A busca por condicionadores de ar movidos à energia solar vem crescendo cada vez mais em todo o mundo, já que o aparelho gera economia na conta de luz. Pioneira no desenvolvimento de tecnologia fotovoltaica para condicionadores de ar e líder global em ar-condicionado, a Gree aposta mais uma vez nessa tendência e lança o GMV-Solar com solução fotovoltaica.

O produto é o primeiro a contar como o sistema de economia de energia, qualidade e potência.

A inovação está no sistema de controle GREE-IEMS, que alterna automaticamente entre cinco modos de operação, baseados nas condições de disponibilidade de energia solar e demanda do equipamento de ar-condicionado.

Inovação

A tecnologia fotovoltaica foi desenvolvida pela Gree para condicionadores de ar desde 2013. Segundo Alex Chen, Diretor Comercial da Gree no Brasil, a multinacional tem investido continuamente em P&D para desenvolver e disponibilizar para o Brasil tecnologias avançadas em aparelhos fotovoltaicos com maior eficiência energética. É um momento muito importante para a empresa”, finaliza Chen.

Mercado potencial no Brasil

“Percebemos grande potencial para esta linha de produtos no Brasil, especialmente por se tratar de um dos países com maior potencial de energia solar do mundo”, analisa a CEO da companhia, Dong Mingzhu, nomeada mensageira da ONU em Desenvolvimento Urbano Sustentável.

Embora essa fonte de energia ainda ocupe pouco espaço no Brasil, até mesmo pequenas e microempresas gostariam de contar com as soluções fotovoltaicas como uma alternativa para o negócio, de acordo com a pesquisa realizada pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade, em parceria com a Fundação Seade e Absolar, associação que representa o setor no país. O estudo aponta que 60% destas empresas pretendem investir em fontes renováveis e 47,5% veem nos sistemas fotovoltaicos a melhor alternativa para gerar energia limpa.

De acordo com Alex Chen, Diretor Comercial da Gree no Brasil, a multinacional percebeu esta oportunidade e acreditou no potencial de expansão da demanda por condicionadores de ar fotovoltaicos no País, principalmente pela necessidade em melhorar a eficiência energética e preservação do meio ambiente no País, em tempos de aquecimento global. “Trazer o GMV-Solar ao mercado brasileiro é um novo começo para a tecnologia de economia de energia e queremos levar este aparelho para todos os cantos do País”, afirma Chen.

O produto

O GMV–Solar utiliza tecnologia fotovoltaica associada a um sistema inteligente que combina redução do consumo de eletricidade. O controle do produto é feito por meio do GREE G-IEMS, responsável pela geração, consumo, economia e armazenamento de energia, conexão à rede, controle integrado e comércio inteligente.

O GREE G-IEMS é uma tecnologia exclusiva da Gree e conta com cinco modos de operação: 1. Modo CA (Corrente Alternada) puro – corrente apenas fotovoltaica pura e Modo CA (parte da energia fornecida pela rede elétrica pública e parte pela fotovoltaica); 2. Fotovoltaico; 3. Modelo de fonte de alimentação mista; 4. Modo de geração de energia fotovoltaica pura; 5. Equilíbrio do modo de grade de carregamento de energia fotovoltaica.

Comparado aos sistemas usuais – que combinam sistema de geração de energia conectada à rede elétrica com ar-condicionado – pode proporcionar ganhos entre 5% a 7% em termos de eficiência energética. Tem fator de potência de 99%, 10% maior que sistemas de 3 fases convencionais, reduzindo perdas operacionais com variações da rede de energia.

Como funciona o novo equipamento

A energia fotovoltaica de sistemas convencionais é fornecida diretamente para a rede concessionária via inversores Grid-tie ao mesmo tempo que o equipamento também consome da concessionária e, no final do mês, a conta é recompensada através de créditos pelo balanço entre consumo e geração. Todo esse processo com conversão de correntes acarreta perdas de até 8% na eficiência. Já o GMV recebe diretamente energia gerada pelos painéis solares e numa fração de segundo decide para onde vai direcioná-la. Esse processo garante uma eficiência de até 99,04% na conversão entre geração fotovoltaica e alimentação do compressor.